Pular para o conteúdo principal

Histórico

Boa Vista foi o primeiro nome do local onde foi erguida a atual cidade de Borborema. Essa exuberante e linda região, admirada, pelas verdejantes matas e água em abundância; ficou mais conhecida ainda, quando em 1912; o Dr. José Amâncio Ramalho, Bacharel em Direito, vindo da cidade Araruna-PB, adquiriu essas terras, e resolveu desbravá-las.
Sendo homem de boas idéias, e de espírito empreendedor, iniciou seus intentos, pela construção, de um açude, e posteriormente, na edificação de uma usina hidroelétrica, que veio fornecer iluminação até 1962, ás cidades de Pilões, Serraria, Solânea, Bananeiras e a própria Borborema. Em seguida, instalou uma despolpadeira de arroz e um fecularia.
O pioneirismo do Dr. José Amâncio Ramalho, fez com que surgisse da mata virgem, a "Vila Camucá", núcleo populacional que veio posteriormente a se transformar na sede do município de Borborema. O Dr. José Amâncio Ramalho, além de ter tendência para engenharia, contratou um renomado engenheiro, para que planificasse a expansão da cidade. – Fato esse explicado pela não existência de ruas tortuosas em nossa cidade.
Acontecimento decisivo para o progresso da então Vila de Camucá, se deu, com a chegada do trem, em 1913. – A expansão de uma agricultura florescente; e a construção na década de vinte da igreja de Nossa Senhora do Carmo, foram decisões marcantes, para que novos moradores se radicassem na localidade, e juntos participassem da escalada para o progresso.
E, em 12 de novembro de 1959, nascia a nova cidade! "A bela adormecida dos eucaliptais", cognominada pelo Padre Manoel Batista de Medeiros, a dar posse ao primeiro prefeito (Antônio Barbosa da Costa) em nome do Governador Pedro Moreno Gondim. E em 03 de outubro de 1960, o primeiro prefeito eleito pelo povo, foi Arlindo Rodrigues Ramalho.
Gentílico: borboremense ou borborenense

Formação Administrativa
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura no município de Bananeiras o distrito de Borborema.
Pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943, o distrito de Borborema passou a denominar-se Camuçá.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito já denominado Camuçá, figura no município de Bananeiras.
Pela lei estadual nº 120, de 17-09-1948, o distrito de Camuçá voltou a denominar-se Borborema.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Borborema ex-Camuçá, figura no município de Bananeiras.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.
Elevado à categoria de município com a denominação de Borborema, pela lei estadual nº 2133, de 18-05-1959, desmembrado de Bananeiras. Sede no antigo distrito de Borborema. Constituído do distrito sede. Instalado em 10-11-1959.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais
Borborema para Camuçá alterado, pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943. Camucá para Borborema alterado, pela lei estadual nº 120, de 17-09-1948.

Postagens mais visitadas deste blog

PRIMEIRA USINA HIDRELÉTRICA DO NORDESTE

BORBOREMA - PB
SOMOS PIONEIROS


A Usina Hidrelétrica de Borborema foi a primeira usina do Nordeste a utilizar diretamente a força geradora das águas.  Registrada  como Empresa Hidroelétrica de Borborema e instalada por volta de 1920, graças ao Dr. José Amâncio Ramalho (advogado), homem originário do município de Araruna - PB que não mediu esforços para o progresso da vila de Camucá. José Amâncio Ramalho trouxe além desta usina, a ferrovia em 1913 a vila. Aproveitando o potencial do Salto da Boa Vista, um desnível natural do rio Canafístula, para gerar a energia elétrica que abastecera, não somente a citada vila, como também os municípios de: Serraria, Bananeiras, Vila do Moreno (atual cidade de Solânea) e Pilões. Foi construída por engenheiros alemães e seu design era avançado para a época, se assemelhando com as usinas hidroelétricas atuais (porém muito menor). O nome da empresa era Codebro.
A primeira usina elétrica brasileira foi instalada em 1883, na cidade de Campos (RJ). Era uma us…

CACHOEIRA DO RONCADOR - BORBOREMA - PB

CACHOEIRA DO RONCADOR
Localizada na região de Caruatá na zona rural do município de Borborema.       Esta  é uma das mais belas cachoeiras do estado da Paraíba, saindo da cidade de Borborema, temos a opção da caminhada rumo a exuberante divindade da natureza, passando por trilhas ecológicas, pelo antigo caminho do trem, passando pelo túnel da pedra (com um diferencial em curva, cravado na pedra), depois de mais ou menos duas horas de caminhada chega-se a cachoeira.
 O RONCADOR é um lençol d'água que desaba de uma altura de 45m, originada de uma depressão do rio. Atraindo assim, praticantes de montanhismo, trekking e aventureiros de várias regiões.




PISCINAS NATURAIS QUE SE FORMAM ENTRE AS ROCHAS







PADROEIRA: "NOSSA SENHORA DO CARMO"

Nossa Senhora do Carmo é um título consagrado a Nossa Senhora, também conhecida por Nossa Senhora do Monte Carmelo. Este título apareceu por propósito de relembrar o convento construído em honra à Virgem Maria, nos primeiros séculos do Cristianismo, no Monte Carmelo, na Samaria. Sua principal característica é carregar consigo o escapulário, que representa estar a serviço do Reino de Deus e traz muitas indulgências, graças e outros benefícios espirituais a quem assume este sinal e esta proposta como seus. A festa a Ela é comemorada em 16 de julho.



                             IGREJA DE NOSSA SENHORA DO CARMO EM BORBOREMA


Nossa Senhora do Carmo
Virgem Mãe do Escapulário


A devoção a Nossa Senhora do Carmo é muito antiga na Igreja. Sua origem veio do Monte Carmelo, na Palestina, quando no século XIII, São Simão Stock, então superior da Ordem Carmelita rezava para Nossa Senhora, pedindo proteção pelas perseguições que recebia. Foi para atender a este pedido que Nossa Senhora do Carmo apareceu…